Autoridades da Tailândia visam regulamentações de comércio criptográfico peer-to-peer (P2P) para combater fraudes online

0
50

As agências tailandesas querem um maior escrutínio das negociações P2P para enfrentar os casos crescentes de fraude online e fraudes relacionadas no país.

As autoridades da Tailândia estão a visar o comércio peer-to-peer (P2P) como parte de esforços mais amplos para combater a fraude online no país. Em uma reunião, várias agências estaduais pediram a regulamentação do comércio de criptografia P2P e da compra de ativos digitais para proteger as pessoas de perdas financeiras.

Tailândia evitará que golpistas limpem dinheiro por meio de negociações P2P

Estiveram presentes representantes de diversas agências, incluindo o Ministério da Defesa, a Comissão de Valores Mobiliários da Tailândia, a Polícia Real Tailandesa e o Banco da Tailândia. Outros foram o Departamento de Investigação Especial, a Comissão Nacional de Radiodifusão e Telecomunicações (NBTC), a Associação de Banqueiros Tailandeses, o Ministério do Interior, o Centro Nacional de Eletrônica e Tecnologia de Computação e o Departamento de Investigação Especial.

A reunião foi liderada pelo Ministro Tailandês da Economia e Sociedade Digital, Prasert Jantararuangthong. Os participantes reuniram-se na sequência de uma ordem recente da Primeira-Ministra Srettha Thavisin. O primeiro-ministro deu às agências 30 dias para divulgarem planos para reprimir a crescente fraude online.

De acordo com uma publicação do Bangkok Post, os golpistas online pegam os lucros de suas atividades ilícitas e os repassam através de bolsas de criptografia e plataformas de negociação por meio de negociação P2P. Isto ajuda a minimizar o risco de ser rastreado, tornando difícil para as autoridades encontrar e processar golpistas.

De acordo com o ministério de Prasert, 80% dos 100 milhões de baht (US$ 2,7 milhões) em fraudes diárias registradas na Tailândia passam por canais P2P. O ministério acredita que esta é uma forma fácil para os fraudadores limparem o dinheiro porque estas transferências de fundos não são regulamentadas. O Ministro encarregou a SEC de encontrar formas de regular as negociações P2P para prevenir a lavagem de dinheiro.

Sem IVA para criptografia na Tailândia

De acordo com a SEC, existem 2 milhões de contas criptografadas mantidas por indivíduos na Tailândia. As regulamentações atuais concentram-se na regulamentação do comércio de criptografia, visando especialmente trocas não autorizadas. O novo esforço consiste em ampliar as atividades regulatórias para garantir que o comércio P2P seja examinado como parte dos esforços atuais. No entanto, Prasert garante que as plataformas cadastradas não serão alvo:

“A mudança para regulamentar a plataforma P2P não afetaria os comerciantes de criptomoedas em bolsas autorizadas.”

O Ministro planeia oferecer um esquema de regulamentação ao Primeiro-Ministro se a SEC não puder modificar os regulamentos existentes. Além da negociação P2P, as agências também esperam combater fraudes online e golpes em call centers.

A Tailândia está a trabalhar para estabelecer o país como um centro de ativos digitais. Em fevereiro, o Ministério das Finanças excluiu a negociação de criptomoedas dos requisitos do imposto sobre valor acrescentado (IVA) para incentivar a utilização de ativos digitais. Segundo o secretário do Ministro das Finanças, Paopoom Rojanasakul, a visão é apoiar a adoção da criptografia para impulsionar a economia digital. O ministério renunciou ao imposto de 7% anteriormente imposto ao setor de criptomoedas, a partir de 1º de janeiro. Inicialmente, para exchanges de criptomoedas autorizadas, a isenção agora se estende a todos os corretores e revendedores sob a alçada da SEC.

Para regulamentações, a SEC e o Ministério das Finanças estão atualmente modificando a Lei de Valores Mobiliários de 2019 do país. As agências querem regular melhor o uso e o investimento em criptografia, classificando os tokens de investimento digital como títulos.

próximo

Notícias Altcoin, Notícias sobre criptomoedas, Notícias

Fonte: www.coinspeaker.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here