Solana DEX Drift anuncia lançamento aéreo de 100 milhões de tokens em meio a mudanças de governança

0
56

Na sua jornada rumo à governação descentralizada, o controlo passará dos Drift Labs para uma estrutura de três partes.

A troca descentralizada (DEX) Drift de Solana adota uma estratégia dupla de introdução de um token de governança (DRIFT) e distribuição de uma porção substancial de 100 milhões de tokens por meio de lançamento aéreo para sua base de usuários em semanas. Esta mudança mostra a dedicação da Drift à descentralização e ao reconhecimento de sua comunidade engajada.

A distribuição de tokens DRIFT segue uma iniciativa bem-sucedida de três meses que incentiva o envolvimento de comerciantes, mutuários e credores na plataforma. Significativamente, os participantes de longo prazo podem antecipar uma parte substancial dos tokens lançados no ar, promovendo o envolvimento contínuo.

O lançamento aéreo DRIFT aloca 10% do fornecimento total de tokens para seus usuários, enquanto 22% são alocados para empresas de capital de risco como Polychain Capital e Multicoin. 43% são especificados para iniciativas de desenvolvimento de ecossistemas, como recompensas comerciais, incentivos de liquidez e possíveis lançamentos aéreos futuros. Além disso, 25% são reservados para pagamentos de desenvolvimento de protocolo aos contribuidores do Drift.

As ambições DeFi da Drift além da negociação perpétua

A Drift pretende ser mais do que apenas uma plataforma de negociação perpétua, que é a sua principal oferta atualmente. O hub DeFi baseado em Solana se esforça para fornecer um conjunto abrangente de serviços. Além da negociação à vista, oferece instrumentos financeiros para quem busca alto risco e alta recompensa. Um recurso recente permite que os usuários apostem em tokens não lançados (excluindo o próprio DRIFT devido a considerações legais).

“Nosso objetivo nunca foi ser apenas um DEX criminoso”, afirmou Cindy Leow, colaboradora principal do Drift Labs, a empresa por trás do protocolo. Esta visão é evidente nos recursos significativos (mais de dois anos, dezenas de milhões de dólares e uma equipa de 25 pessoas) dedicados à construção de um ecossistema DeFi abrangente.

“Uma ideia para nós é observar como Solana se descentralizou ao longo do tempo. […] Queremos investir em equipes que estão construindo frontends por conta própria”, disse Leow.

A recente desaceleração do mercado de criptografia representou desafios para os protocolos de finanças descentralizadas (DeFi) em todos os níveis, mas o fundo de seguros da Drift, um cofre de USDC com juros altos destinado a proteger contra dívidas inadimplentes, sofreu perdas modestas de US$ 11.600. No entanto, isto cumpriu o objetivo pretendido, mostrando a robustez do protocolo em meio a condições voláteis de mercado.

Governança Descentralizada Centrada no Usuário

Na sua jornada rumo à governação descentralizada, o controlo passará dos Drift Labs para uma estrutura de três partes. Inicialmente, um conselho de segurança interna possuirá o poder de decisão final em relação às atualizações de protocolo. No entanto, suas ações exigirão a aprovação do “Realms DAO”, onde os detentores de tokens DRIFT podem exercer seus direitos de voto.

Em última análise, o Futarchy DAO introduz uma camada de governança inovadora inspirada no MetaDAO, permitindo que os traders influenciem estrategicamente as decisões por meio de lances nos preços dos tokens DRIFT em cenários de mercado específicos. Esta nova abordagem introduz um mecanismo simples mas impactante para a governação.

próximo

Notícias Altcoin, Notícias sobre criptomoedas, Notícias

Fonte: www.coinspeaker.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here