Riot Blockchain registra alta taxa de hash – revista Bitcoin

0
678

A Riot Blockchain divulgou suas atualizações não auditadas de produção e operações para novembro de 2022. De acordo com o comunicado, a empresa produziu 521 BTC, um aumento de 12% em relação à produção de novembro de 2021 de 466 BTC. Vendeu 450 BTC, gerando receitas líquidas de US$ 8,1 milhões e tinha uma frota implantada de 72.428 mineradores com uma capacidade de taxa de hash de 7,7 exahashes por segundo (EH/s) em 30 de novembro.

Jason Les, CEO da Riot declarou: “A Riot novamente alcançou um novo recorde de capacidade total de taxa de hash durante o mês de novembro, resultando em nosso maior valor mensal de produção de bitcoin até o momento”. Ele alertou sobre essa positividade, dizendo: “Apesar desse novo nível de produção, a produção esperada era de aproximadamente 660 bitcoins, dada nossa taxa de hash operacional ao longo do mês, assumindo o desempenho normalizado do pool de mineração do qual participamos. A variação em um pool de mineração pode afetar os resultados e embora essa variação deva se equilibrar ao longo do tempo, pode ser volátil no curto prazo. Essa variação levou a uma produção de bitcoin menor do que o esperado no mês de novembro, em relação à nossa taxa de hash.”

A taxa de hash do Bitcoin está em alta nos últimos meses, atingindo novos máximos históricos e efetivamente tornando os mineradores que não usam equipamentos de ponta não lucrativos. Isso, por sua vez, tem impacto nas empresas públicas expostas a esse mercado.

Fonte: bitcoinmagazine.com

Receba nossas atualizações
Fique por dentro de todas as notícias e novidades do mundo da tecnologia!

Deixe uma resposta