Início lento para cripto ETNs da Bolsa de Valores de Londres, apenas 200 ações negociadas

0
30

A entrada tardia do Reino Unido na arena cripto ETN contrasta com outras jurisdições no mercado europeu e além, onde tais produtos estão disponíveis há anos.

A Bolsa de Valores de Londres ganhou as manchetes em 28 de maio ao introduzir notas criptográficas negociadas em bolsa (ETNs), um movimento estimulado pelas recentes mudanças regulatórias no Reino Unido. A Autoridade de Conduta Financeira (FCA) abriu recentemente as portas para ETNs apoiados por Bitcoin e Ethereum, sinalizando uma grande mudança no cenário regulatório.

Apesar das grandes expectativas em torno do lançamento, a atividade comercial tem sido lenta. Charlie Morris, chefe da ByteTree, destacou em um tweet que apenas 200 ações da 21Shares foram negociadas, indicando falta de entusiasmo do mercado. Este início desanimador levanta preocupações de que o Reino Unido, um dos maiores mercados de capitais do mundo, possa ficar atrás de outros mercados na adoção de cripto ETN.

A mudança de política da FCA

ETNs são títulos de dívida negociados em bolsas de valores, concebidos para espelhar o desempenho de ativos específicos. Os ETNs recentemente aprovados em Londres estão vinculados ao Bitcoin e ao Ethereum, as duas principais criptomoedas endossadas pela FCA.

Anteriormente, a FCA havia alertado contra a volatilidade dos ativos criptográficos. No entanto, numa reversão de política em março, o regulador anunciou que não se oporia mais aos pedidos de listagem de ETNs apoiados por criptomoedas. Esta mudança abriu caminho para a aprovação dos ETFs da 21Shares, Invesco e WisdomTree, marcando uma mudança significativa na postura regulatória do Reino Unido.

A entrada tardia do Reino Unido na arena cripto ETN contrasta com outras jurisdições no mercado europeu e além, onde tais produtos estão disponíveis há anos. Inicialmente permitido aos investidores de retalho, o acesso a estes instrumentos financeiros no Reino Unido foi abruptamente interrompido pela FCA em 2020, deixando de lado tanto os investidores de retalho como os profissionais.

A proibição, que visa reduzir os riscos percebidos, ocorreu num momento em que o preço do Bitcoin caiu abaixo de US$ 15.000, uma fração de seu valor atual. Desde então, o mercado de criptomoedas experimentou um enorme retorno e o interesse entre os investidores aumentou.

A exclusão do varejo levanta questões

Apesar da empolgação com a chegada dos cripto ETNs à Bolsa de Valores de Londres mais uma vez, as restrições que limitam o acesso a investidores financeiros regulamentados deixaram os comerciantes de varejo à margem. De acordo com os novos regulamentos da FCA, estes produtos estão disponíveis apenas para investidores profissionais, ao contrário dos Estados Unidos, onde os comerciantes retalhistas têm acesso ao mercado.

O facto de os investidores de retalho estarem impedidos de negociar estes ETN gerou especulações sobre o seu desempenho no futuro. Em comparação com os Estados Unidos, onde produtos como o BlackRock IBIT ganharam força, a introdução de cripto ETNs no Reino Unido não teve o mesmo impacto.

Embora o modesto volume inicial de negociações tenha sido motivo de preocupação entre os especialistas, há esperança de uma futura aprovação no varejo. Charlie Morris notou a natureza peculiar do lançamento, ressaltando que ocorreu sem aviso prévio ou esforços de relações públicas. Ele sugeriu que este poderia ser um passo preliminar antes de permitir a participação de investidores de varejo.

próximo

Mercadorias e Futuros, Notícias de Mercado, Notícias

Fonte: www.coinspeaker.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here