Governo dos EUA se preparando para vender 30.000 Bitcoins do Silk Road, mostram dados da rede

0
38

Hoje, o governo dos EUA enviou uma transação que parece indicar que pode estar prestes a liquidar o Bitcoin restante que confiscou do mercado online Silk Road.

De acordo com dados da rede, uma transação de teste de 0,001 BTC, parte de um estoque maior de aproximadamente 30.174 BTC no valor de US$ 2 bilhões vinculado ao infame mercado Silk Road, foi movida pelo governo dos EUA.

A Coinbase, a maior exchange de criptomoedas dos Estados Unidos, recebeu a transação desses fundos relacionados ao Silk Road. A Arkham Intelligence identificou pela primeira vez as origens de onde vinha o BTC e o destino das moedas da Coinbase. Parece que o objetivo desta transação é vender as moedas, como já aconteceu no passado.

Em março passado, o governo dos EUA vendeu 10.000 bitcoins relacionados ao Silk Road, vendendo pouco mais de 9.861 BTC no valor de US$ 216 milhões, de acordo com um processo judicial.

Tal como neste caso, este evento foi precedido por 3 transações on-chain, que foram enviadas algumas semanas antes da divulgação da venda em processo judicial.

O US Marshals Service é um dos maiores vendedores de Bitcoin até o momento. Segundo dados do pesquisador Jameson Lopp, os US Marshals ajudaram o governo dos EUA a vender 195.000 BTC.

Apesar das tentativas dos legisladores dos EUA para que a agência detivesse estes fundos como um activo estratégico, esta continuou a vender os fundos em linha com o seu mandato, sendo o papel do US Marshalls Service vender activos confiscados em investigações criminais.

Fonte: bitcoinmagazine.com

Receba nossas atualizações
Fique por dentro de todas as notícias e novidades do mundo da tecnologia!

Deixe uma resposta