Ethena decodificada: percepções de Arthur Hayes sobre oportunidades e riscos do USDe

0
67

Arthur Hayes acredita que o USDT e o USDe apresentam riscos e ambos podem falhar. No entanto, o fracasso pode estar ligado a diferentes razões, dada a abordagem superior de Ethena.

O domínio do Tether (USDT), líder global em stablecoin por valor de mercado, pode estar ameaçado, de acordo com Arthur Hayes, cofundador e ex-CEO da exchange de criptomoedas BitMEX. Hayes acredita que a Ethena, uma nova participante no setor de “stablecoin” com seu token USDe, pode superar o Tether devido ao seu design inovador e transparência.

Compartilhando os insights da Ethena em sua última edição do boletim informativo chamada “Dust on Crux Part Deux”, Hayes examinou os pontos fracos do Tether e como a Ethena pretende resolvê-los.

Ele destacou a forte dependência do Tether dos bancos para sua existência, afirmando que não é possível criar, custodiar ou resgatar o USDT sem uma conta bancária tradicional. Além disso, o Tether detém uma enorme alocação do Tesouro dos EUA, tornando-o vulnerável às exigências dos bancos parceiros e à pressão regulatória.

Além disso, o Tether não oferece empréstimos ou juros sobre depósitos, uma vez que é um “banco totalmente reservado”. É aí que entra Ethena.

Oportunidades de Ethena (USDe)

Ethena é uma stablecoin sintética lastreada em dólares. Ele usa uma abordagem diferente do Tether e não mantém dólares reais em reserva. Em vez disso, seu USDe mantém seu valor por meio de Ether (ETH) apostado e posições curtas de futuros correspondentes, especialmente Swaps Perpétuos Curtos de ETH/USD.

Hayes observou que o mecanismo acima faz com que o Ethena se esforce por mais descentralização, ao contrário do Tether. Além disso, adota um método de gerenciamento do protocolo orientado pela comunidade.

Além disso, as operações da Ethena podem ser rapidamente auditadas e verificadas na cadeia, ao contrário da natureza opaca da Tether. Além de mais estabilidade e um futuro descentralizado, o USDe oferece um alto rendimento nativo aos usuários.

Hayes acredita que os rendimentos mais elevados do USDe poderiam atrair mais usuários do Tether. Para termos uma perspectiva, os ativos de US$ 820 milhões da Ethena geraram um rendimento de 67% esta semana. Os cálculos de Hayes mostraram que a Ethena poderia atingir cerca de US$ 300 milhões em receita anual.

Riscos de Ethena (USDe)

Mas Ethena também enfrentou a sua quota-parte de controvérsias esclarecer seus riscos potenciais. Como os ativos criptográficos garantem o USDe, os observadores do mercado rapidamente o chamaram de a próxima “Terra Luna”.

No entanto, outros observadores denominado o FUD (medo, incerteza e desinformação) foi exagerado, observando que o USDe foi totalmente garantido e gerou rendimento por meio de negociação básica.

Para Hayes, o modelo de Ethena também traz riscos inerentes. Uma delas é a contraparte cambial, uma vez que detém posições curtas de perp swap em bolsas centralizadas de derivativos (CEX). Assim como a exposição ao risco da Tether aos bancos, a da Ethena está exposta aos CEXs.

Além disso, as vulnerabilidades dos contratos inteligentes, o financiamento negativo em CEXs e a redução dos riscos ameaçam o modelo da Ethena. Para fins de perspectiva, a redução do risco ocorre quando um validador de nó Ethereum viola regras específicas, levando à redução de seu Ether (ETH) apostado.

Felizmente, a Ethena possui um Fundo de Seguros que cobre todos esses riscos. Hayes acredita que o fundo de seguro é uma boa abordagem. Como tal, ele afirmou que o USDT e o USDe apresentam riscos e que ambos podem acabar falindo. No entanto, o fracasso pode estar ligado a diferentes razões, dada a abordagem superior de Ethena.

próximo

Notícias Altcoin, Notícias sobre criptomoedas, Notícias

Fonte: www.coinspeaker.com

Receba nossas atualizações
Fique por dentro de todas as notícias e novidades do mundo da tecnologia!

Deixe uma resposta