Direitos, Razão, Revolução: Em DC no Bitcoin Policy Summit

0
51

No turbilhão de abril de 2024, com os ETFs Bitcoin dominando as manchetes e reduzindo pela metade o planejamento das comemorações em pleno andamento, a Cúpula Política Bitcoin emergiu como um momento crucial para formuladores de políticas, líderes da indústria e defensores dos direitos humanos. Tendo como pano de fundo as discussões globais sobre a regulamentação do Bitcoin – e coincidindo com um eclipse solar – a cimeira pretendia ser um farol da razão e um catalisador para a acção no mundo em rápida evolução dos activos digitais.

O Bitcoin Policy Summit teve uma participação notável, com mais de 45.000 pessoas assistindo à transmissão ao vivo. Entre os mais de 500 participantes presenciais estavam representantes de 26 universidades, 75 funcionários do governo e 250 profissionais de políticas públicas. A cimeira também atraiu a atenção de mais de uma dúzia de meios de comunicação. Nomeadamente, estiveram presentes líderes eleitos de ambos os principais partidos políticos, juntamente com representantes de organizações proeminentes como o Banco Mundial, o Fórum Económico Mundial, o Fundo Monetário Internacional (FMI), o Departamento de Estado, o Departamento de Comércio, o Departamento do Tesouro, a Agência de Protecção Ambiental (EPA). , Departamento de Energia (DOE), Departamento de Defesa (DoD) e Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC).

A cimeira, com a sua diversificada mistura de vozes e perspectivas, lançou luz sobre a necessidade premente de uma tomada de decisões inteligente e informada no domínio da política de activos digitais. Embora o Bitcoin simbolize a liberdade financeira e o empoderamento, ele também traz seu quinhão de desafios, desde preocupações com lavagem de dinheiro até o uso de energia. A cúpula abordou essas questões complexas de frente, oferecendo insights sobre o mundo multifacetado do Bitcoin no que se refere à mineração, à geopolítica, ao futuro do dinheiro e aos direitos humanos.

A Cimeira Política Bitcoin testemunhou uma participação significativa de decisores políticos empenhados em salvaguardar as oportunidades apresentadas pelo Bitcoin e enfrentar os desafios associados. Figuras como os senadores Marsha Blackburn, Kirsten Gillibrand e Cynthia Lummis, juntamente com os membros da Câmara Wiley Nickel, Tom Emmer e Patrick McHenry, emprestaram a sua experiência e apoio bipartidário às discussões. O seu envolvimento activo não só enriqueceu a conversa, mas também sinalizou um esforço conjunto para garantir que as políticas de activos digitais promovam a inovação, protejam os consumidores e defendam a transparência e a responsabilização.

Uma das características mais marcantes da cúpula foi o foco na interseção do Bitcoin e dos direitos humanos, com palestrantes como Felix Maradiaga, indicado ao Prêmio Nobel de 2024 e proeminente defensor dos direitos humanos da Nicarágua; Anna Chekhovich, diretora financeira da Fundação Anticorrupção (ACF) fundada por Alexei Navalny; Roya Mahboob, empresária afegã e defensora dos direitos das mulheres; e Lyudmyla Kozlovska, ativista ucraniana de direitos humanos. A sua ênfase combinada no papel crítico do Bitcoin na defesa dos direitos humanos e da liberdade de expressão face a ditadores e regimes opressivos lança luz sobre papéis mais amplos para os activos digitais que muitos nos Estados Unidos podem não ter considerado anteriormente.

Além disso, a cimeira sublinhou a importância de adoptar uma perspectiva global sobre a regulamentação dos activos digitais para proteger os direitos humanos. Num mundo onde os ativos digitais não conhecem fronteiras, a fragmentação

as abordagens regulamentares correm o risco de criar lacunas e minar a integridade financeira. Os activistas dos direitos humanos sublinharam a necessidade de proteger a privacidade, a liberdade de expressão e a igualdade de acesso aos serviços financeiros para todos, independentemente de onde se encontrem.

A sala de conferências fervilhava de expectativa enquanto os participantes se dispersavam em três salas especializadas para aulas de aprofundamento à tarde: Mineração e Energia, Geopolítica e Futuro do Dinheiro. A programação simultânea contou com palestras como “A perspectiva de um cientista climático sobre o Bitcoin”, de Margot Paez, bolsista do BPI e candidata a doutorado no Georgia Institute of Technology. Os bate-papos e painéis ao lado da lareira incluíram “Bitcoin e inclusão financeira”, com Chastity Murphy, do Tesouro dos EUA, e “Contra o autoritarismo digital”, com o renomado escritor Roger Huang, autor de 'Bitcoin and China', e Jorge Jrsaissati, presidente da Organização para Inclusão Econômica .

Um dos meus destaques pessoais no Bitcoin Policy Summit foi conversar com a senadora Marsha Blackburn, do meu estado natal, Tennessee. Exploramos a conexão entre Bitcoin e sua defesa dos direitos e privacidade do consumidor. Além disso, discutimos a crescente proeminência do Tennessee como centro de Bitcoin e sua posição em relação aos CBDCs (spoiler: ela não é fã). É verdadeiramente inspirador testemunhar líderes eleitos defendendo as liberdades monetária e digital, reforçando o seu compromisso de salvaguardar estes direitos fundamentais.

Outro momento de destaque ocorreu durante um jantar pós-cúpula com Félix Maradiaga e sua esposa, Berta Valle. Felix, que passou quatro anos de prisão sob um ditador da Nicarágua, partilhou relatos em primeira mão de dissidência política e activismo. Estas experiências sublinham a importância do Bitcoin como rede monetária descentralizada, proporcionando resiliência contra a opressão.

A Cimeira Política Bitcoin de 2024 em Washington DC serviu como uma plataforma crucial para educar os decisores políticos e defender o papel do Bitcoin na formação de um futuro financeiro mais livre e sustentável. Através de um diálogo sincero, diversas perspectivas e esforços colaborativos entre sectores, os participantes testemunharam o potencial transformador do Bitcoin para promover os direitos humanos globais, reforçar a segurança nacional e acelerar a adopção de energias renováveis. Ao reflectirmos sobre as ideias recolhidas na cimeira, vamos aproveitar este momento crucial para moldar um panorama regulamentar que não só promova a inovação e o crescimento económico, mas também defenda a dignidade humana, a justiça e a liberdade.

Este é um post convidado de Stephen Pollock. As opiniões expressas são inteiramente próprias e não refletem necessariamente as da BTC Inc ou da Bitcoin Magazine.

Fonte: bitcoinmagazine.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here