Descentralização Ethereum: Pesquisador defende penalidades anticorrelação

0
78

O conceito de penalidades anticorrelação, tal como descrito por Wahrstätter, está intimamente ligado à ideia de contrariar as vantagens das economias de escala.

A busca da Ethereum pela descentralização tem sido um tema central na sua evolução, com Vitalik Buterin, o criador da plataforma, buscando continuamente métodos inovadores para melhorar a sua natureza descentralizada. Uma dessas propostas que está ganhando força é o conceito de penalidades anticorrelação, que visa neutralizar as forças centralizadoras das economias de escala dentro do ecossistema de piquetagem da Ethereum.

Em uma tentativa de melhorar a descentralização do ecossistema de staking do Ethereum, o pesquisador do Ethereum, Toni Wahrstätter, propôs a implementação de penalidades anticorrelação. Segundo Wahrstätter, estas sanções visam contrabalançar as vantagens das economias de escala, que atualmente incentivam a centralização entre os stakeholders.

A proposta, detalhada numa análise recente, destaca o impacto potencial das penalidades anticorrelação nos operadores de staking e nas implementações de clientes, esclarecendo o seu papel na promoção de uma rede mais descentralizada.

Economias de escala e centralização do Ethereum

Atualmente, os stakeholders se beneficiam de economias de escala, que oferecem vantagens como conectividade de rede aprimorada, confiabilidade superior de hardware e gerenciamento especializado de infraestrutura. No entanto, estas vantagens conduzem frequentemente à centralização, uma vez que os grandes operadores de staking podem aproveitar os seus recursos para dominar a rede.

Para resolver isto, mecanismos que contrariem as vantagens das economias de escala são essenciais para fortalecer a descentralização.

Compreendendo as penalidades anticorrelação

O conceito de penalidades anticorrelação, tal como descrito por Wahrstätter, está intimamente ligado à ideia de contrariar as vantagens das economias de escala. Quando um único operador executa vários validadores em uma máquina e passa por tempo de inatividade, todos os validadores são afetados simultaneamente.

Este fenómeno resulta em riscos correlacionados, onde a falha de um validador pode levar à falha de outros operados pela mesma entidade. As penalidades anticorrelação visam punir aqueles que alavancam economias de escala, introduzindo penalidades para riscos correlacionados.

A proposta sugere a implementação de penalidades anticorrelação com base em uma fórmula introduzida por Vitalik Buterin conforme relatado anteriormente pela Coinspeaker. A fórmula calcula penalidades com base no número de atestados perdidos em comparação com uma média móvel de um número específico de slots. Se o número de atestados perdidos em um slot exceder a média móvel, será aplicada uma penalidade correlacionada. Este mecanismo visa as conexões ocultas entre os validadores, visando reduzir as forças de centralização.

Impacto nos operadores de staking e nas implementações de clientes

Penalidades médias de correlação em diferentes clusters de validadores. Foto: Ethresear.ch

Uma análise quantitativa foi conduzida usando um conjunto de dados contendo todos os atestados entre épocas específicas. Wahrstätter analisou dados abrangendo mais de 40 dias, que incluíram aproximadamente 9,3 bilhões de atividades de validadores.

A análise simulou a implementação da fórmula proposta por Vitalik Buterin para determinar o seu impacto nas penalidades para operadores de staking. Os resultados mostraram que os clusters de grande dimensão teriam penalidades mais elevadas, enquanto os clusters de pequena dimensão beneficiariam de penalidades reduzidas.

Da mesma forma, a análise examinou o impacto das penalidades anticorrelação nas implementações do cliente. Os resultados indicaram que haveria pequenos desvios da actual estrutura de penalidades, com alguns clientes a sofrerem penalidades ligeiramente mais elevadas, enquanto outros beneficiariam de penalidades reduzidas.

próximo

Notícias sobre criptomoeda, notícias sobre Ethereum, notícias

Fonte: www.coinspeaker.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here