Decifrando o impacto da redução pela metade do Bitcoin: navegando pelas novas realidades do mercado

0
58

A dinâmica alterada, como muitos apontam, causada pelo halving do Bitcoin pode introduzir mudanças que podem ser difíceis de serem compreendidas pelos novos adotantes da criptografia.

O halving do Bitcoin ocorre aproximadamente a cada quatro anos. Isso acontece porque o protocolo da criptomoeda está programado para levar inevitavelmente à redução pela metade das recompensas do minerador por adicionar novos blocos ao blockchain.

Embora a importância da redução para metade, seja ela benéfica ou desvantajosa, possa sempre ser debatida, não há como negar que tem um enorme impacto na economia construída em torno do ativo mais conhecido e representativo do mundo criptográfico – o Bitcoin.

Especialistas alertam contra compreensão rápida e simplificada

Especialistas, analistas do setor e desenvolvedores de produtos criptográficos têm opiniões variadas sobre como esse evento pode impactar o setor. Herbert Sim, COO da Websea, uma das melhores portas de entrada para o investimento da Web3 na era digital, acredita que o impacto da redução pela metade desta vez será diferente dos três anteriores. “Esta é a primeira vez que o Bitcoin é reduzido pela metade desde a aprovação do ETF nos Estados Unidos”, lembra Herbert.

Ele continua:

“Os ETFs de Bitcoin estabeleceram novos padrões de referência para a demanda da moeda. Com o influxo de milhares de milhões de dólares que estes ETF inspiraram, a redução na oferta levaria a interações nunca antes vistas no mercado, exigindo uma compreensão diferenciada. Tirar conclusões precipitadas muito rapidamente pode ser contraproducente.”

Seguindo a sugestão da cautela de Herbert, seria vital que os participantes no mercado acompanhassem cuidadosamente os eventos pós-halving à medida que se desenrolam com as suas complexidades e contradições.

As estratégias de entrada no mercado tornam-se ainda mais cruciais

Os comentários de Gaurav Dubey sobre o halving do Bitcoin são quase uma extensão da opinião de Herbert Sim sobre o assunto. Gaurav é o CEO da TDeFi, pioneira na incubação, consultoria e mentoria de startups Web3.

Gaurav diz:

“Com a dinâmica alterada na economia Bitcoin, que impulsiona os sentimentos de todo o mercado criptográfico, torna-se ainda mais importante para os novos desenvolvedores de projetos terem sua estratégia de entrada no mercado pronta.”

Ele defende uma estratégia saudável onde os desenvolvedores vão além do desenvolvimento de produtos, identificação de mercado, estratégia de preços, mensagens e aquisição e buscam um maior envolvimento da comunidade.

De acordo com Gaurav, “é crucial aproveitar bem as parcerias com influenciadores, otimizar seu programa de incentivo de tokens, construir alianças estratégicas robustas e projetar programas de gestão de conhecimento que sejam bem distribuídos ao longo do ano”.

Novos participantes precisam de mais atenção e suporte

A dinâmica alterada, como muitos apontam, causada pelo halving do Bitcoin pode introduzir mudanças que podem ser difíceis de serem compreendidas pelos novos adotantes da criptografia.

Emmanuel Quezada, CEO e cofundador do ecossistema U-Topia, diz:

“Os desenvolvimentos pós-redução do Bitcoin pela metade não devem parecer complexos de navegar. Precisamos de análises facilmente compreensíveis que expliquem as coisas nos termos mais simples possíveis para usuários de todas as idades, independentemente do estágio de adoção em que se encontrem.”

Na verdade, os ETFs Bitcoin tornaram o Bitcoin mais popular para um grande segmento de novos usuários. Esses usuários não estão tão familiarizados com terminologias e sintaxes criptográficas quanto os primeiros usuários. Estes grupos poderão sentir-se excluídos se a conversa sobre os desenvolvimentos pós-halving se tornar demasiado técnica e cheia de jargões. O espaço criptográfico deve promover canais de comunicação eficazes que tornem estas interações acessíveis e inclusivas para todos.

Mais esforços são necessários para tornar benéfica a economia de recompensa criptográfica

Finalmente, uma coisa que o halving do Bitcoin certamente impactará é a noção de recompensas. Os mineradores de Bitcoin tendo suas recompensas cortadas pela metade definitivamente se traduziriam em discussões sobre a economia de recompensas no mundo criptográfico.

HM Rawat, CEO e cofundador da Lingo, uma entidade que introduziu um modelo inteiramente novo de geração de recompensas comunitárias apoiado por RWAs, acredita que as plataformas criptográficas que possuem uma estrutura altamente recompensadora testemunharão uma maior adoção.

“Já é hora de os participantes do criptoespaço estarem mais atentos à estrutura de recompensas que os projetos oferecem à sua comunidade. O mercado criptográfico deveria ser totalmente descentralizado e democrático, para que cada um se beneficiasse em níveis semelhantes. As discussões sobre a redução das recompensas dos mineradores não devem desencorajar a adoção”, explica ele.

Como o halving desta vez é único, muitos novos desenvolvimentos podem estar nas paradas. Os participantes no mercado devem acompanhar atentamente esta evolução. Antecipar demasiado com base em previsões, projeções e estimativas pode ser contraproducente.

próximo

Notícias sobre Bitcoin, Notícias sobre criptomoedas, Notícias

Fonte: www.coinspeaker.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here