Coinbase processada por coleta ilegal de dados biométricos

0
337

O processo alega que a empresa coletou mapas faciais detalhados e impressões digitais de clientes sem consentimento.

A exchange de criptomoedas Coinbase Inc. está enfrentando uma ação coletiva por supostamente coletar modelos faciais e impressões digitais de seus clientes sem o consentimento deles, violando a nova lei de privacidade biométrica de Illinois.

O processo, que foi aberto no tribunal federal de San Francisco, alega que a Coinbase coleta dados faciais de identidades e selfies que os clientes carregam.

Conforme relatado pela Bloomberg, a empresa também coleta dados de impressões digitais quando os clientes fazem login em suas contas usando a tecnologia de digitalização de impressões digitais necessária. A coleta e o armazenamento desses dados pela empresa expõem os usuários a “riscos sérios e irreversíveis de privacidade”, de acordo com o processo.

O caso destaca a crescente preocupação com a privacidade dos dados e a necessidade de as empresas serem transparentes sobre como coletam e usam os dados do usuário, especialmente informações biométricas confidenciais, como reconhecimento facial e dados de impressão digital.

À medida que mais empresas coletam e armazenam dados biométricos, é provável que ações judiciais como essa se tornem mais comuns, ressaltando a importância de fortes práticas de privacidade de dados que funcionam para evitar a apropriação indevida de tais informações confidenciais em primeiro lugar.

Embora o Bitcoin seja um banco de dados inerentemente transparente, e muitos dos acessos que são usados ​​com mais frequência para comprar e vender bitcoin exigem total conformidade com KYC (Know Your Customer), existem etapas que os usuários de Bitcoin podem seguir para minimizar vazamentos de dados privados.

Fonte: bitcoinmagazine.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here