AG Nessel reemite alertas contra fraudes criptográficas durante o mês de educação financeira

0
73

À medida que a criptomoeda avança, os quadros regulamentares progridem. Mais de 42 nações consideraram ou legislaram leis criptográficas no ano passado.

Durante o Mês da Educação Financeira, a procuradora-geral de Michigan, Dana Nessel, assumiu uma postura proativa para informar o público sobre os riscos envolvidos no aumento dos golpes de criptografia. Seu alerta reemitido “Criptomoeda! O que é? Quais são os riscos? ressalta a natureza especulativa das moedas digitais no mercado volátil.

“Durante o Mês da Formação Financeira, é crucial compreender os riscos associados à criptomoeda. Embora muitas vezes seja retratado como um investimento lucrativo, a realidade está longe de ser glamorosa. As criptomoedas são voláteis, suscetíveis a fraudes e carecem das proteções regulatórias dos investimentos tradicionais”, enfatizou Nessel.

Ao contrário das moedas fiduciárias tradicionais controladas pelos governos, as criptomoedas operam de forma independente através de entidades privadas ou algoritmos codificados. Facilitam transações diretas entre pares, cada vez mais promovidas como perspetivas de investimento. No entanto, a falta de valor subjacente e de proteção legal contra fraude ou colapso representa riscos significativos para os investidores.

Golpes de criptografia custam aos investidores mais de US$ 1 bilhão

Os golpes de criptografia estão aumentando de forma alarmante. Relatórios da Comissão Federal de Comércio (FTC) revelam que mais de 46.000 indivíduos foram vítimas desde 2021. As perdas chegam a mil milhões de dólares – um aumento surpreendente de 60 vezes em relação aos níveis de 2018, o que destaca a urgência de combater a fraude relacionada com criptomoedas.

Os golpes de investimento em criptomoedas continuam sendo uma grande preocupação. Os golpistas atraem vítimas com promessas de lucros substanciais, operando plataformas falsas que oferecem oportunidades enganosas. De forma alarmante, a Comissão Federal de Comércio relata perdas de US$ 575 milhões decorrentes de tais esquemas fraudulentos de investimento em criptografia.

À medida que a criptomoeda avança, os quadros regulamentares progridem. Mais de 42 nações consideraram ou legislaram leis criptográficas no ano passado. A SEC pretende finalizar as regras até 2024, obrigando os consultores de investimentos a armazenar ativos criptográficos dos clientes com “custodiantes qualificados”, potencialmente remodelando a indústria. Isto mostra que a clareza regulatória está se tornando uma prioridade global.

Michigan AG e FTC cautela nas decisões de investimento

A procuradora-geral de Michigan, Dana Nessel, alerta potenciais investidores. Os principais conselhos incluem a realização de pesquisas extensas antes de investir. Ela aconselha evitar tomar decisões precipitadas devido a táticas de vendas agressivas, medo de perder ou endosso de celebridades. Ela concluiu:

“Nunca invista mais do que você pode perder”.

Além disso, a FTC alerta indivíduos ou empresas que exigem pagamento em criptomoeda, já que empresas respeitáveis ​​geralmente aceitam métodos de pagamento convencionais. As promessas de lucros ou retornos substanciais devem levantar suspeitas, uma vez que todos os investimentos envolvem inerentemente riscos. Além disso, o comunicado alerta para a convergência das plataformas de encontros online e da consultoria de investimento, apelando à vigilância.

Por último, a FTC alerta contra indivíduos que tentam combinar namoro online com consultoria de investimento, observando que qualquer pessoa em um aplicativo de namoro que promova investimentos em criptomoedas ou solicite transações em criptomoedas é provavelmente um golpista.

próximo

Notícias Altcoin, Notícias sobre criptomoedas, Notícias

Fonte: www.coinspeaker.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here