3 passos para realizar a verdadeira promessa transformacional da nuvem

0
410

Saiba como sua empresa pode criar aplicativos para automatizar tarefas e gerar mais eficiência por meio de ferramentas low-code/no-code em 9 de novembro na conferência virtual Low-Code/No-Code. Registre-se aqui.


Estamos vendo o mundo voltar a um senso de normalidade, pois muitas pessoas voltam às suas rotinas pré-pandemia. A mentalidade de volta às aulas e de volta à realidade de setembro está sobre nós. Dito isso, uma coisa que não está voltando ao que era antes é um ambiente de trabalho predominantemente presencial, suportado por soluções locais. Na verdade, estamos vendo exatamente o oposto.

Hoje, quase todas as empresas modernas desejam migrar para a nuvem (92%) para complementar suas iniciativas de transformação digital. Na verdade, muitas grandes organizações (82%) estão operando em ambientes de nuvem híbrida, compilando serviços de nuvem local, pública e privada para acompanhar as expectativas de desempenho ampliadas. Essa transformação está oferecendo escalabilidade, poder e recursos sem precedentes e é essencial para a maioria das organizações sobreviverem no mundo de hoje.

No entanto, essa mudança está acontecendo em meio a um cenário de ameaças cada vez mais perigoso, com empresas como Marriott, Cisco e Toyota sendo vítimas de ataques cibernéticos recentes. As ameaças iminentes e o custo e a complexidade crescentes das medidas de segurança estão limitando a capacidade das organizações de avançar em suas iniciativas de nuvem.

Embora necessários neste mundo digital, os cenários de nuvem híbrida são muito mais desafiadores do que no local, e a colaboração com vários provedores de nuvem dificulta a identificação de ameaças à segurança, o reconhecimento de gargalos de desempenho ou a solução de problemas. Com 76% dos profissionais de TI dizendo que atingiram um muro com a nuvem, é hora de adaptar a maneira como as organizações abordam a migração para a nuvem para realizar a verdadeira promessa transformacional da nuvem.

Evento

Cúpula Low-Code/No-Code

Junte-se aos principais executivos de hoje no Low-Code/No-Code Summit virtualmente em 9 de novembro. Registre-se para seu passe gratuito hoje.

Registre-se aqui

Aqui estão três etapas que as organizações devem seguir para minimizar os riscos e aproveitar o potencial da nuvem para obter melhores resultados de negócios:

Feche a lacuna de visibilidade da nuvem

No mundo digital em que vivemos hoje, a migração para a nuvem é fundamental para o sucesso operacional. Embora (82%) das grandes organizações trabalhem em ambientes de nuvem híbrida hoje, espera-se que esse número só aumente, criando ainda mais complexidade e maior risco de segurança.

Dito isso, existe uma maneira de as organizações transformarem esse modelo em uma vantagem competitiva. Para isso, eles precisarão fechar a lacuna de visibilidade, que os profissionais classificaram recentemente como o fator de segurança mais importante para a nuvem. Isso só pode ser feito priorizando a observabilidade profunda, que capacita a equipe de TI com inteligência em nível de rede em tempo real para mitigar proativamente os riscos de segurança e conformidade, oferecer uma experiência de usuário superior e facilitar a complexidade operacional do gerenciamento de TI híbrida e multinuvem infraestruturas.

Se isso for feito corretamente, as organizações terão uma visibilidade profunda do aplicativo que captura ameaças conhecidas e desconhecidas, detecta gargalos e oferece experiências digitais consistentes e de alta qualidade.

A observabilidade profunda é o caminho a seguir para ficar de olho em paisagens de nuvens cada vez mais complexas.

Portanto, agora que a organização pode ver profundamente dentro da rede, a inteligência coletiva pode ser coletada, o que é muito importante no atual cenário de ameaças. O número de ataques cibernéticos aumentou drasticamente, mais de 50% em 2021, com uma média histórica de 925 ataques semanais. Além disso, os ataques de ransomware foram 24% maiores no segundo trimestre do que no primeiro trimestre deste ano. Escusado será dizer que há pressão para que as equipes de segurança trabalhem juntas para ficar à frente desses sofisticados agentes de ameaças.

Com o aumento do número de adversários, as equipes de segurança são inundadas com ameaças e dados em um ritmo mais rápido do que podem responder. O profissional de segurança médio recebe mais de 500 alertas de segurança de nuvem pública diariamente, com 38% recebendo mais de 1.000 diariamente.

Para combater o cenário de ameaças perigosas e o grande número de alertas, as equipes de segurança devem estar equipadas com dados em tempo real para tomar decisões de negócios críticas e informadas para proteger a organização de forma proativa. Na verdade, um projeto de lei recentemente proposto exige metadados em tempo real para tomar decisões de negócios imediatas. O governo está começando a ver os benefícios de ter acesso a essas informações e espero que mais organizações também esperem por isso.

Maximize as capacidades da equipe

Depois que a organização fechar a lacuna de visibilidade e começar a transformar dados brutos em dados acionáveis, ela poderá maximizar a agilidade operacional para garantir que seus esforços sejam alinhados e produtivos.

O estado atual da moral e do bem-estar dos membros da equipe de segurança está mais baixo do que o normal, com cerca de 70% das equipes do centro de operações de segurança (SOC) relatando esgotamento devido aos ambientes de alta pressão em que trabalham. As equipes recebem mais avisos e informações do que eles podem até processar, por isso é importante garantir que eles recebam os recursos necessários para apoiá-los, não sobrecarregá-los.

As equipes de SOC estão passando por um ponto de alta pressão em seu setor e estão fazendo isso com suporte limitado. Somente nos EUA, existem aproximadamente 700.000 funções de segurança cibernética abertas. As organizações devem priorizar o preenchimento dessas lacunas e cuidar dos profissionais que já possuem para mitigar o esgotamento e reter talentos. A observabilidade profunda e os metadados em tempo real são ferramentas necessárias, mas sem uma equipe de profissionais de segurança robusta e altamente treinada, os esforços não vão tão longe.

Tem sido emocionante ver esse avanço e adoção da nuvem nos últimos anos. Ainda assim, suas imensas capacidades vêm com uma lista de riscos e desafios para as organizações. Ao praticar as três etapas acima, as equipes de TI que agora estão sobrecarregadas pela nuvem poderão mudar de uma postura de segurança e conformidade reativa para proativa para ajudar a reduzir o perfil de risco.

Ao fechar a lacuna de visibilidade da nuvem, ativar metadados de rede em tempo real e maximizar os recursos da equipe, as empresas modernas poderão realizar todo o potencial transformacional da nuvem. Isso criará uma infraestrutura digital resiliente, reforçando o sucesso geral da organização e sua capacidade de dimensionar e otimizar as operações.

Ian Farquhar é CTO de campo global da Gigamon.

Tomadores de decisão de dados

Bem-vindo à comunidade VentureBeat!

DataDecisionMakers é onde especialistas, incluindo o pessoal técnico que trabalha com dados, podem compartilhar insights e inovações relacionadas a dados.

Se você quiser ler sobre ideias de ponta e informações atualizadas, práticas recomendadas e o futuro dos dados e da tecnologia de dados, junte-se a nós no DataDecisionMakers.

Você pode até considerar contribuir com um artigo seu!

Leia mais sobre DataDecisionMakers

Fonte: venturebeat.com

Receba nossas atualizações
Fique por dentro de todas as notícias e novidades do mundo da tecnologia!

Deixe uma resposta