Polygon Labs supostamente pagou US$ 4 milhões para patrocinar o projeto Starbucks Crypto

0
53

A parceria da Polygon com a Starbucks fazia parte da sua estratégia de crescimento, com o objetivo de garantir colaborações de alto nível com marcas de consumo líderes em todo o mundo.

Polygon Labs, o cérebro por trás da criação da solução de escalonamento de camada 2 construída no ecossistema Ethereum, pagou US$ 4 milhões para patrocinar o empreendimento criptográfico da Starbucks há dois anos. De acordo com um relatório da CoinDesk citando duas pessoas familiarizadas com o assunto, ambas as empresas firmaram uma parceria estratégica para construir e hospedar o programa de fidelidade da cafeteira, Starbuck Odyssey, no Polygon.

Uma caçada competitiva

Coinspeaker escreveu sobre a parceria da dupla em 2022. No entanto, a Starbucks e a Polygon Labs não divulgaram os termos financeiros do acordo na época.

A Starbucks anunciou em 15 de março de 2024 que descontinuaria o programa. A empresa interrompeu o programa para se concentrar no que está por vir na economia Web3.

Após a descontinuação do Starbucks Odyssey na sexta-feira da semana passada, duas pessoas familiarizadas com o assunto revelaram que a Polygon pagou milhões de dólares para patrocinar o projeto e hospedá-lo em sua rede.

Fontes disseram à CoinDesk que três protocolos blockchain queriam fazer parceria com a Starbucks para executar o projeto.

“O pagamento encerrou uma caçada competitiva por parte dos proponentes de pelo menos três ecossistemas blockchain que queriam fazer parceria com a Starbucks”, diz o relatório.

58.000 participantes ativos

O Starbucks Odyssey teve como objetivo combinar o programa de fidelidade Starbucks Rewards com tokens não fungíveis (NFTs) para aumentar o envolvimento do cliente.

Com cerca de 58 mil usuários ativos, o programa oferecia um sistema de cinco níveis. Os usuários podem criar, ganhar e colecionar selos colecionáveis ​​digitais na forma de NFTs, aprimorando sua experiência geral.

Antes de a Starbucks descontinuar seu programa Odyssey, a rede multinacional de cafeterias introduziu seus próprios NFTs na plataforma para atrair mais usuários.

Em março de 2023, a Starbucks lançou “The Siren Collection”, uma coleção NFT que se esgotou poucos minutos após seu lançamento. A coleção, ao preço de US$ 100 cada, apresentava 2.000 obras de arte digitais e personagens diferentes apresentando a icônica marca Siren da empresa.

A estratégia de crescimento

A parceria da Polygon com a Starbucks fazia parte da sua estratégia de crescimento, com o objetivo de garantir colaborações de alto nível com marcas de consumo líderes em todo o mundo.

O protocolo procurou aumentar sua presença e se tornar mais popular entre outras blockchains, oferecendo a essas marcas uma entrada no espaço criptográfico.

De acordo com a CoinDesk, a rede mudou seu foco da formação de parcerias para o desenvolvimento de tecnologia inovadora.

“Esses tipos de grandes negócios chamativos são um resquício do passado e da estratégia da liderança anterior. A empresa, principal desenvolvedora do blockchain Polygon, está agora mais focada na construção de tecnologia inovadora do que em parcerias”, disse uma pessoa familiarizada com o assunto.

próximo

Notícias Blockchain, Notícias sobre criptomoedas, Notícias

Fonte: www.coinspeaker.com

Receba nossas atualizações
Fique por dentro de todas as notícias e novidades do mundo da tecnologia!

Deixe uma resposta