O que é um ETF Bitcoin?

0
268


Introdução

À medida que o interesse em bitcoin continua a crescer, também aumenta a demanda por produtos de investimento que fornecem exposição a empresas e fundos. Um desses produtos que ganhou atenção significativa é o Bitcoin Exchange-Traded Fund (ETF).

O que é um ETF?

Os ETFs são projetados para acompanhar o desempenho de um determinado índice, commodity ou classe de ativos. Isso significa que, quando você investe em um ETF, está basicamente comprando uma cesta de títulos ou commodities que representam o índice ou ativo subjacente. Por exemplo, se você investir em um ETF que acompanha o índice S&P 500, você terá uma participação proporcional nas empresas incluídas nesse índice.

Uma das principais vantagens dos ETFs é a capacidade de serem negociados em uma bolsa de valores ao longo do dia, assim como as ações individuais. Isso contrasta com os fundos mútuos tradicionais, que são comprados e vendidos no final do dia de negociação pelo preço determinado pelo valor patrimonial líquido (NAV) do ativo. A capacidade de negociar ETFs ao longo do dia oferece aos investidores flexibilidade e a oportunidade de reagir rapidamente aos movimentos do mercado.

Os ETFs ganharam popularidade significativa entre investidores individuais e institucionais devido a seus recursos e benefícios exclusivos. Um dos principais atrativos dos ETFs são seus baixos custos. Em comparação com os fundos mútuos tradicionais, os ETFs geralmente têm índices de despesas mais baixos, o que significa que os investidores podem manter mais retornos de seus investimentos. Além disso, os ETFs são conhecidos por sua eficiência tributária. Devido à forma como são estruturados, os ETFs geralmente geram menos distribuições de ganhos de capital em comparação com os fundos mútuos, resultando em economia potencial de impostos para os investidores.

Outra vantagem dos ETFs é sua flexibilidade. Com os ETFs, os investidores podem facilmente comprar ou vender ações na bolsa de valores, permitindo ajustes de portfólio rápidos e eficientes. Essa flexibilidade é particularmente valiosa para investidores que desejam implementar estratégias de investimento específicas ou fazer alterações táticas na alocação de ativos.

Além disso, os ETFs oferecem aos investidores a oportunidade de diversificar suas carteiras em diferentes classes de ativos, setores ou regiões. Ao investir em um único ETF, os investidores podem obter exposição a uma ampla gama de títulos, reduzindo o risco associado a ações ou títulos individuais. Essa diversificação ajuda a espalhar o risco e potencialmente aumentar os retornos.

Os ETFs revolucionaram o cenário de investimentos ao fornecer aos investidores uma maneira econômica, fiscalmente eficiente e flexível de obter exposição a vários ativos. Quer seja um investidor experiente que procura diversificar a sua carteira ou um principiante que procura um ponto de entrada no mercado, os ETFs podem ser uma ferramenta valiosa para atingir os seus objetivos de investimento.

Tipos de ETFs de Bitcoin

Os ETFs de Bitcoin vêm em diferentes formas. Os dois tipos mais comuns são ETFs fisicamente apoiados ou à vista e ETFs baseados em futuros.

  • ETFs à vista de Bitcoin segure bitcoin. Isso significa que, para cada ação do ETF, há uma quantidade correspondente de bitcoin mantida em um custodiante seguro. Os investidores que detêm ações de um ETF Bitcoin com suporte físico possuem indiretamente uma parte do bitcoin subjacente. Uma das principais preocupações é a segurança do bitcoin mantido pelo custodiante, portanto, é crucial que o custodiante tenha medidas de segurança robustas para proteger o ativo subjacente.
  • ETFs de Futuros de Bitcoin não segure bitcoin. Em vez disso, são contratos futuros, que derivam seu valor do preço do bitcoin, permitindo que os investidores ganhem exposição ao bitcoin sem possuir diretamente a moeda digital. Como o ETF possui contratos futuros em vez de bitcoin físico, os investidores podem facilmente comprar e vender ações nas bolsas tradicionais. Isso fornece liquidez e flexibilidade para investidores que desejam aproveitar os movimentos de preços de curto prazo. No entanto, é importante observar que os ETFs baseados em futuros podem não fornecer o mesmo nível de exposição direta ao bitcoin que os ETFs com lastro físico. O valor dos contratos futuros pode não acompanhar perfeitamente o preço do bitcoin e pode haver discrepâncias devido a fatores como sentimento do mercado e volume de negociação. Além disso, o uso de contratos futuros introduz risco de contraparte, pois os investidores estão expostos à estabilidade financeira da bolsa de futuros.
  • ETFs de mineração de Bitcoin permitem que os investidores tenham exposição aos lucros das empresas de mineração de bitcoin sem a necessidade de comprar as ações de cada empresa individualmente. A mineração é o processo pelo qual novos bitcoins são colocados em circulação e os registros das transações de bitcoin são criptograficamente divididos em blocos. O valor do ETF aumentaria ou diminuiria com base no desempenho agregado das empresas que ele acompanha. A principal ideia por trás desse ETF é permitir que os investidores se beneficiem do crescimento da indústria de mineração de Bitcoin, ao mesmo tempo em que agilizam o investimento do setor e validam os esforços da indústria até agora.
  • ETFs curtos de Bitcoin tente lucrar com uma queda no valor do bitcoin. Shorting é uma estratégia financeira em que um investidor toma emprestado um título ou ativo, como o bitcoin, e o vende, esperando que o preço caia. O investidor então planeja comprar o título de volta a um preço mais baixo e devolvê-lo ao credor, mantendo a diferença como lucro. Um Bitcoin Short ETF usa vários instrumentos financeiros (como derivativos e contratos futuros) para criar o efeito de vender bitcoin, proporcionando aos investidores lucros se o preço do vitcoin diminuir.
  • ETFs longos de Bitcoin são o oposto dos Short Bitcoin ETFs. Esses ETFs tentam lucrar com o aumento do valor do bitcoin. Longar é uma estratégia financeira em que um investidor detém um ativo ou um contrato futuro em que o detentor é obrigado a comprar ou vender um ativo subjacente a um preço predeterminado e acordado. Um Bitcoin Long ETF usa vários instrumentos financeiros (como derivativos e contratos futuros) para criar o efeito de comprar bitcoin, fornecendo aos investidores lucros se o preço do bitcoin aumentar. Essencialmente, todos os ETFs Spot Bitcoin podem ser considerados ETFs Long Bitcoin, embora um ETF especificamente Long Bitcoin também possa negociar em derivativos ou contratos futuros.

Por que a necessidade de um ETF?

Embora existam várias maneiras de investir em bitcoin, como comprar a moeda digital diretamente em uma bolsa de criptomoedas ou investir em empresas relacionadas ao Bitcoin, a introdução de um ETF Bitcoin oferece vários recursos diferenciadores.

Primeiro, fornece uma maneira regulamentada e acessível para os investidores obterem exposição ao bitcoin. Isso é particularmente atraente para investidores que não estão familiarizados ou desconfortáveis ​​em navegar pelas complexidades das trocas de criptomoedas. Os ETFs estão sujeitos à supervisão regulatória, proporcionando aos investidores um nível de proteção e transparência.

Em segundo lugar, um ETF Bitcoin permite que os investidores ganhem exposição ao bitcoin sem a necessidade de manter diretamente a moeda digital. Isso elimina as complexidades e os riscos de segurança associados ao armazenamento e proteção do bitcoin. Além disso, os ETFs oferecem aos investidores a capacidade de comprar e vender ações facilmente, aumentando a liquidez e reduzindo os custos de transação.

Em terceiro lugar, muitos investidores não têm permissão para manter o bitcoin diretamente, eles só podem fazê-lo por meio de ofertas financeiras regulamentadas, como ETFs.

Como funciona um ETF Bitcoin?

Quando um investidor compra ações de um ETF de Bitcoin, ele está basicamente comprando uma parte do fundo, que detém o bitcoin como ativo subjacente. O fundo é responsável por gerenciar as participações em bitcoin e acompanhar seu desempenho. O preço das ações do ETF é determinado pela demanda do mercado e pelo valor patrimonial líquido (NAV) das participações de bitcoin subjacentes.

O provedor de fundos protege o bitcoin contra tentativas de roubo ou hacking. O provedor de fundos também lida com a compra e venda de bitcoin, com base na demanda pelas ações do ETF e no processo de criação e resgate.

Os investidores podem comprar e vender ações do Bitcoin ETF em uma bolsa de valores, assim como qualquer outro título negociado publicamente. Isso lhes dá a flexibilidade de entrar e sair de suas posições a qualquer momento durante o dia de negociação.

História dos ETFs de Bitcoin nos Estados Unidos

Muitos tipos de ETFs de bitcoin estão em andamento há vários anos. A SEC ainda não aprovou nenhum dos pedidos de ETF de bitcoin à vista, mas aprovou ETFs de bitcoin futuros. Algumas empresas que não conseguiram obter aprovação para um ETF de bitcoin à vista criaram fundos de bitcoin fechados. Desde junho de 2023, um número significativo de ETFs Spot da BlackRock e outros fundos foi enviado, e espera-se que um ETF spot de bitcoin seja aprovado em breve.

História dos ETFs Internacionais

Embora os investidores nos EUA não tenham tido a opção de negociar um projeto spot bitcoin ETF e só recentemente conseguiram obter exposição bitcoin com um bitcoin futuro ETF, os investidores em outros países têm um punhado de produtos financeiros que lhes dão essa opção.

  • O primeiro ETF Bitcoin do mundo está listado na Bolsa de Valores das Bermudas: lançado em setembro de 2020.
  • O Canadá aprova seu primeiro ETF Bitcoin, o Purpose Bitcoin ETF (BTCC): lançado em fevereiro de 2021.
  • O Evolve Bitcoin ETF (EBIT) e o CI Galaxy Bitcoin ETF (BTCX) são aprovados no Canadá logo em seguida: lançado em fevereiro de 2021.
  • Primeiro ETF da Europa, proposto pela Jacobi Asset Management: pronto para lançamento, sem data oficial no momento.

Prós e contras

Como acontece com qualquer produto de investimento, os ETFs Bitcoin têm seu próprio conjunto de vantagens e desvantagens. Os vários tipos de ETFs têm seus próprios prós e contras, portanto, neste artigo, abordaremos apenas o básico.

Prós:

  • Permite acesso e exposição ao bitcoin para empresas e indivíduos que não podem ou não irão comprar o ativo em si.
  • Elimina as complexidades e os riscos de segurança de manter bitcoin diretamente.
  • Aumenta a liquidez e reduz os custos de transação.
  • Veículos de investimento regulamentados e transparentes que são atraentes para muitos investidores.

Contras:

  • As autoridades reguladoras expressaram preocupação em relação à manipulação do mercado e à proteção do investidor.
  • Os ETFs baseados em futuros permitem a manipulação do mercado.
  • Os investidores dependem da administração e das medidas de segurança do provedor do fundo. Isso introduz o risco de contraparte, que o bitcoin foi projetado para evitar quando mantido em custódia própria.

Você deve comprar um ETF Bitcoin?

Ao considerar se deve investir em um ETF Bitcoin, é essencial avaliar seus objetivos de investimento, tolerância ao risco e compreensão do mercado. Como em qualquer investimento, é recomendável que você faça uma pesquisa completa e procure aconselhamento financeiro profissional antes de tomar qualquer decisão de investimento.

Investir em ETFs Bitcoin pode fornecer uma maneira de ganhar exposição ao potencial de valorização dos movimentos de preços do bitcoin, sem manter diretamente a moeda digital. No entanto, é importante observar que o valor do bitcoin é altamente volátil e investir em ETFs de Bitcoin envolve riscos que devem ser cuidadosamente considerados.

Como escolher o ETF Bitcoin certo para você

Ao selecionar um ETF Bitcoin, há vários fatores a serem considerados:

  • Aprovação regulatória: verifique se o ETF recebeu aprovação regulatória e está listado em uma bolsa respeitável.
  • Asset Backing: Entenda se o ETF é lastreado por bitcoin físico ou contratos futuros de bitcoin.
  • Índice de Despesas: Avalie as taxas de administração e as despesas associadas ao ETF.
  • Liquidez: Avalie o volume de negociação e a liquidez das cotas do ETF.
  • Provedor de fundos: considere a reputação e o histórico do provedor de fundos.

Ao considerar cuidadosamente esses fatores, você pode escolher um ETF Bitcoin que se alinhe com seus objetivos de investimento e tolerância ao risco.

Examinando as implicações fiscais de um ETF Bitcoin

Investir em um ETF Bitcoin pode ter implicações fiscais. É crucial entender os regulamentos tributários em sua jurisdição e consultar um consultor tributário para garantir a conformidade.

A venda ou resgate de ações do Bitcoin ETF pode resultar em ganhos ou perdas de capital, sujeito às regras fiscais aplicáveis. Além disso, a distribuição de qualquer receita obtida pelo Bitcoin ETF pode estar sujeita a tributação.

É importante manter registros precisos das transações e consultar um profissional tributário para entender as possíveis implicações fiscais de investir em um ETF Bitcoin.

No geral, um Bitcoin ETF oferece aos investidores uma maneira regulamentada e conveniente de obter exposição ao bitcoin. No entanto, é crucial avaliar minuciosamente os riscos e recompensas associados ao investimento nessa classe de ativos emergentes. Ao entender a mecânica de um Bitcoin ETF e realizar a devida diligência, os investidores podem tomar decisões informadas para navegar no mundo em evolução das criptomoedas.

Fonte: bitcoinmagazine.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here