Crypto Scammer devolve US$ 34,7 milhões à vítima

0
37

Há uma semana, uma baleia criptográfica foi vítima de um golpe que resultou na perda de mais de US$ 71 milhões. Nos dias seguintes, o golpista movimentou os fundos para vela-los. Mas, em uma reviravolta chocante, eles devolveram os fundos à vítima.

Leitura Relacionada

Esquema de envenenamento de endereço arrebata US$ 71 milhões

Em 3 de maio, a baleia 0x1E22…8FD5 perdeu 1.155 Wrapped Bitcoin (WBTC), no valor de cerca de US$ 71,31 milhões, após ser vítima de um golpe de envenenamento de endereço. Esse golpe, também conhecido como falsificação de endereço, consiste em tentar induzir os usuários a enviar fundos para contas semelhantes fraudulentas.

Os “endereços personalizados” são personalizados com caracteres específicos que se parecem com o endereço do destinatário pretendido. Os golpistas enviam transações sem valor, esperando que a semelhança entre os endereços engane o usuário atacado.

Se forem bem-sucedidas, as vítimas copiam o endereço fraudulento das transações anteriores e, em vez disso, enviam acidentalmente os seus ativos para os golpistas.

PeckShieldAlert relatou que o phisher trocou imediatamente o WBTC roubado por 23.000 Ether (ETH) antes de transferi-los para um endereço diferente. Ao longo dos dias seguintes, o golpista lavado os fundos. Enviá-los para dez endereços diferentes antes de distribuir os tokens por mais de 100 outros endereços.

Este desenvolvimento pintou um quadro iminente para a criptobaleia. Neste ponto, os fundos pareciam irrecuperáveis. Um usuário chamou o grande número de transferências de jogo de “cadeiras musicais criptografadas”.

Outros justificaram o golpista, alegando que ele não havia roubado os fundos, pois “acabou de recebê-los”. Essa postura desconsidera a natureza da transação. A transferência ocorre sob a crença de que os fundos estão sendo transferidos com segurança para a conta pretendida e não para uma conta semelhante.

Além disso, o endereço semelhante está no histórico de transações da vítima, claramente com a intenção de enganar o usuário para que receba fundos não destinados a ele.

Mudança de opinião ou medo da comunidade criptográfica?

Em uma reviravolta chocante, o golpista enviou 51 ETH, no valor de cerca de US$ 153.000, de volta à vítima na quinta-feira. Juntamente com os fundos, o phisher enviou uma mensagem pedindo para entrar em contato com a baleia, aparentemente querendo negociar.

As razões por trás da mudança repentina de opinião permanecem um mistério para a comunidade. Muitos estão teorizando, brincando, por que o golpista devolveu os fundos. Um usuário X de brincadeira sugerido que o phisher temia ser investigado pelo detetive de criptografia ZachXBT.

Outros alegaram que “nem mesmo o golpista quer ETH”, referindo-se às críticas que a segunda maior criptomoeda enfrentou após seu desempenho durante este ciclo.

Na madrugada de sexta-feira, o PeckShieldAlert revelou que 2.683,7 ETH, no valor de cerca de US$ 8 milhões, já haviam sido transferidos para a baleia de quase 50 endereços diferentes. Algumas horas depois, uma atualização mostrou que cerca de 50% do total dos fundos foram devolvidos, representando 11.446,87 ETH, ou US$ 34,7 milhões.

Leitura Relacionada

A recuperação de todos os ativos pode levar algum tempo devido ao grande número de endereços que detêm os fundos. No momento em que este artigo foi escrito, mais de US$ 45 milhões em ETH já foram devolvidos e as transações continuam.

Ether (ETH) is trading at $3,035.8 in the three-day chart. Source: ETHUSDT on TradingView

Imagem em destaque de Unsplash.com, gráfico de TradingView.com

Fonte: www.newsbtc.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here