CoinShares pretende comprar fundos Valkyrie após liberação do ETF Bitcoin

0
134

Sendo o terceiro com menor desempenho em volume de negociação entre os 11 ETFs Bitcoin à vista que estreou na quinta-feira, o ETF Bitcoin à vista da Valkyrie arrecadou pouco menos de US$ 9 milhões em volume de negociação durante o dia.

CoinShares International Limited, um player líder na indústria europeia de ativos digitais, anunciou hoje que exerceu sua opção de adquirir Valkyrie Funds. Este movimento estratégico surge na sequência da aprovação da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) para o ETF Bitcoin à vista da Valkyrie, que começou a ser negociado na Nasdaq em 11 de janeiro.

CoinShares expande sua presença nos EUA

A aquisição está alinhada com o compromisso da CoinShares de expandir as suas ofertas de ativos digitais no mercado dos EUA, capitalizando os desenvolvimentos positivos no ecossistema regulatório. A autorização da SEC do ETF Bitcoin da Valkyrie marca um passo importante no amadurecimento do mercado Bitcoin nos Estados Unidos.

Jean-Marie Mognetti, CEO da CoinShares, destacou a importância da mudança, afirmando:

“Exercer a nossa opção de adquirir Valkyrie Funds visa ampliar o nosso sucesso europeu nos EUA, oferecendo acesso incomparável a produtos de ativos digitais regulamentados aos investidores americanos. Esta expansão é uma declaração clara do nosso apetite por aquisições para apoiar a nossa ambição de sermos líderes globais no espaço de ativos digitais.”

Após a conclusão da aquisição, a CoinShares prevê um aumento em seus ativos sob gestão (AUM) existentes, atualmente em US$ 4,5 bilhões, em aproximadamente US$ 110 milhões. Este incremento será atribuído aos produtos ETF existentes da Valkyrie, incluindo The Valkyrie Bitcoin Fund (BRRR), The Valkyrie Bitcoin and Ether Strategy ETF (BTF) e The Valkyrie Bitcoin Miners ETF (WGMI).

Apesar de ter o terceiro desempenho mais baixo em volume de negociação entre os 11 ETFs Bitcoin à vista que estreou na quinta-feira, o ETF Bitcoin à vista da Valkyrie arrecadou pouco menos de US$ 9 milhões em volume de negociação durante o dia. Este número é insignificante em comparação com US$ 1 bilhão da BlackRock e US$ 2,27 bilhões do Grayscale Bitcoin Trust. No entanto, o movimento estratégico da CoinShares demonstra confiança no potencial de crescimento e sucesso das ofertas da Valkyrie.

Leah Wald, CEO da Valkyrie Funds, ecoou os sentimentos de Mognetti, expressando entusiasmo em unir forças com a CoinShares. Ela comentou:

“A CoinShares se estabeleceu como um player importante no espaço de ativos digitais e estamos entusiasmados em ver como eles continuam avançando no espaço, aproveitando a equipe e a experiência da Valkyrie.”

Vale ressaltar que a aquisição ainda está pendente de finalização, aguardando due diligence satisfatória, acordos legais necessários e aprovação dos respectivos conselhos de administração de ambas as empresas. Enquanto a aquisição estiver pendente, a Valkyrie Funds manterá sua independência operacional até que o processo seja totalmente executado e finalizado.

ETF Bitcoin na Europa e em outros mercados

O movimento estratégico da CoinShares ocorre num momento em que a Europa já testemunhou o lançamento de produtos criptográficos negociados em bolsa à vista, com o primeiro ETF Bitcoin à vista finalmente fazendo sua estreia em julho de 2023. O mercado europeu, exemplificado pela Jacobi Asset Management, com sede em Londres O ETF Bitcoin na Euronext Amsterdam mostra o potencial para uma maior expansão global no espaço de ativos digitais.

Além do mercado europeu, os ETFs de Bitcoin também surgiram em outros países como Canadá, Alemanha e Brasil, ressaltando a adoção global da classe de ativos nascente.

próximo

Fundos e ETFs, Notícias de Mercado, Notícias

Fonte: www.coinspeaker.com

Receba nossas atualizações
Fique por dentro de todas as notícias e novidades do mundo da tecnologia!

Deixe uma resposta