Bitcoin fecha fevereiro com alta de 44%, analistas prevêem nova recuperação

0
97

Um relatório do JPMorgan prevê uma correção potencial no preço do BTC para até US$ 42.000 após o halving de abril, quando as recompensas dos mineradores serão reduzidas pela quarta vez na história do Bitcoin.

O Bitcoin (BTC), a maior criptomoeda do mundo, encerrou fevereiro com uma retumbante alta de 44%, marcando seu desempenho mensal mais forte desde dezembro de 2020. Apesar de já atingir níveis de preços notáveis, os analistas estão otimistas, sugerindo que esta corrida de touros está longe de atingir seu pico .

O notável desempenho do Bitcoin em fevereiro

Ao longo de fevereiro, o Bitcoin apresentou uma recuperação impressionante, ultrapassando marcos como US$ 50.000 e US$ 60.000 pela primeira vez em anos, antes de atingir um pico de US$ 64.000 na quarta-feira. Este aumento veio na esteira de um recuo temporário abaixo de US$ 40.000 após a introdução de fundos negociados em bolsa (ETFs) de Bitcoin nos Estados Unidos em janeiro.

De acordo com os dados mais recentes, o Bitcoin está sendo negociado em torno de US$ 62.209, com sua capitalização de mercado estimada em mais de US$ 1,217 trilhão. Apesar do preço do Bitcoin pairar perto dos máximos históricos, os analistas permanecem otimistas sobre sua trajetória futura.

Alex Thorn, chefe de pesquisa da Galaxy, enfatizou a relevância dos ETFs de Bitcoin à vista dos EUA, rotulando-os como uma “virada de jogo” devido à demanda constante e crescente que fornece por BTC. Além disso, com aproximadamente 75% da oferta de Bitcoin detida por investidores de longo prazo que demonstraram relutância em vender nos níveis de preços atuais, Thorn deu a entender que há amplo espaço para novos movimentos ascendentes.

Curiosamente, os analistas da IntoTheBlock também notaram que a atividade de transações em cadeia na rede Bitcoin e o interesse do varejo em criptomoeda permanecem consideravelmente abaixo dos níveis observados durante os picos anteriores. No entanto, recomenda-se cautela em meio à excitação. Os analistas da Swissblock recomendaram uma abordagem prudente, desaconselhando a entrada precipitada no mercado em níveis elevados. Em vez disso, sugerem esperar por retrocessos de curto prazo para capitalizar as oportunidades de compra.

Surpreendentemente, não foi apenas o Bitcoin que roubou os holofotes. Outras criptomoedas, como o token de governança do Uniswap (UNI), o FIL do Filecoin e a popular moeda meme Dogecoin (DOGE), superaram os ganhos do Bitcoin, ilustrando ainda mais a ampla recuperação em todo o mercado de criptografia.

Em meio ao otimismo, alguns analistas adotam uma perspectiva de longo prazo um pouco mais cautelosa. Um relatório do JPMorgan prevê uma correção potencial no preço do Bitcoin para até US$ 42.000 após o halving de abril, quando as recompensas dos mineradores serão reduzidas pela quarta vez na história do Bitcoin.

Rally do Bitcoin em meio a flutuações cambiais

No entanto, potências económicas como a China, o Japão, o Reino Unido e a Índia, juntamente com mercados emergentes como a Argentina, a Turquia e o Egipto, viram o Bitcoin alcançar novos máximos em termos de moeda local.

A desvalorização de moedas como o iene no Japão contribuiu particularmente para a ascensão do Bitcoin nestas regiões, à medida que a liquidez flui para ativos criptográficos em meio à depreciação fiduciária. Esta tendência sublinha o apelo global do Bitcoin como uma proteção contra a desvalorização cambial e a incerteza económica.

Em conclusão, a ascensão meteórica do Bitcoin em Fevereiro, culminando no seu maior ganho mensal desde Dezembro de 2020, destaca o seu apelo duradouro e resiliência face à incerteza do mercado. À medida que se aproxima de atingir um máximo histórico, a jornada do Bitcoin continua a cativar a imaginação dos investidores em todo o mundo, sinalizando uma mudança na forma como os indivíduos percebem e interagem com o dinheiro na era digital.

próximo

Notícias sobre Bitcoin, Notícias sobre criptomoedas, Notícias

Fonte: www.coinspeaker.com

Receba nossas atualizações
Fique por dentro de todas as notícias e novidades do mundo da tecnologia!

Deixe uma resposta